11 lugares para visitar no Rio de Janeiro

Por Ana Peyroton

30 abr, 2010
Rio de Janeiro - Pôr do sol no Morro da Urca
Por do sol no Morro da Urca: visual mágico | Ana Peyroton

 

A geografia do Rio de Janeiro é o que faz a cidade ser diferente de tantas outras. Você pode sentir o clima refrescante da serra e em minutos optar pela brisa da praia. Além do encontro da serra com o mar, a cidade é cheia histórias. Tem monumentos centenários, tradições culturais, ao mesmo tempo, é um caldeirão efervescente de novidades. Em homenagem ao que o Rio tem de melhor, a jornalista Ana Peyroton listou 11 locais que ela adora visitar.

01. Pôr do sol no Morro da Urca

Embora seja um dos principais pontos turísticos do Rio, subir até o Morro da Urca para ver o sol se pôr é um programa bem legal e muitas vezes acontece no contra-fluxo do turismo. Muitos moradores do Rio estão aproveitando a onda de pagar apenas 50% para curtir o passeio do bondinho e contemplar o visual da Urca. A praça de alimentação está bem diversificada e os sofás contribuem para curtir a vista confortavelmente. Para quem tem fôlego, a opção é chegar ao topo do morro caminhando. A caminhada não é radical e muita gente tem optado por este caminho.

02. O café da manhã no Parque Lage

É uma pedida muito especial. Até chegar ao café, a rápida caminhada em meio a floresta dá uma leveza para encarar as delícias que serão servidas. As mesas são dispostas em meios as ruínas e tem opções de mesas baixinhas para quem quer tomar café sentado em almofadões. O clima é bem relax com pessoas bacanas.

Rio de Janeiro - Parque Laje
Café da manhã no Parque Laje: programa delicioso no Rio | Ana Peyroton

 

03. A Confeitaria Colombo no Forte de Copacabana

É outra opção de café da manhã em mais um ponto charmoso da cidade. O lado de dentro do café traz um pedaço da original e famosa Confeitaria Colombo do centro da cidade, mas a disputa mesmo é pelas mesas do lado de fora, próximas ao muro onde quebram as ondas de Copacabana. O barulho é apenas do mar e das gaivotas. O café da manhã completo é uma delícia!

Rio de Janeiro - Confeitaria Colombo no Forte de Copacabana
Colombo no Forte de Copacabana: com vista para o mar | Riotur

 

04. Pista Cláudio Coutinho

É uma opção de caminhada num recanto ecológico e bastante seguro. Possui 2.500 metros de extensão, ida e volta. O terreno é plano e de asfalto e o caminho contorna o Morro da Urca chegando até a entrada da Baía de Guanabara. Um visual. Em meio às caminhadas se depara com micos, borboletas…

05. As Paineiras

Uma outra opção de caminhada, que fica na subida do Corcovado. As Paineiras atrai quem gosta de dar uma breve caminhada, quem não abre mão de uma corrida ou até quem quer tomar um banho de bica ou de cachoeiras que têm ao longo do caminho.

06. O Instituto Moreira Sales

O centro cultural que fica na Gávea é composto de cinema, exposição, acervo musical e um charmoso café. A arquitetura do lugar vale a pena conferir. É a antiga casa dos Moreira Salles com jardins projetados por Burle Marx. Destaque para o acervo musical, que fica numa sala especial. Recentemente foi doado o acervo musical do Sivuca, o mestre da sanfona. Lá, existem pérolas da música nacional. A sala de cinema, pra poucas pessoas, tem sempre uma mostra especial.

Rio de Janeiro - Instituto Moreira Sales
Instituto Moreira Sales fica no bairro da Gávea | Riotur

 

07. Museu de Internacional de Arte Naif do Brasil

O museu fica no Cosme Velho, em uma casa antiga. As obras são surpreendentes, de pintores de diversos países desde o século XV até os dias de hoje.

08. Feira do Lavradio

A tradicional feira de antiguidades no Centro do Rio acontece no primeiro sábado de cada mês, do meio-dia às 18h. Lá se vende móveis, objetos de decoração e de artesanato. Mas o gostoso é marcar o encontro com os amigos para tomar uma cerveja gelada e conferir a programação musical criada especialmente para a feira. São sambinhas, chorinhos…

09. O Clube Santa Luzia

É o verdadeiro samba na lage! Músicos excelentes sentam em volta da comprida mesa e cantam os sambas de todos os tempos. O samba acontece toda sexta a noite e o clube fica ao lado do aeroporto Santos Dumont. De vez em quando rola umas canjas especiais por lá. Tem também o Beco do Rato na Lapa e a roda de samba no mercado das Pulgas em Santa Tereza.

10. Santa Teresa

Outro programa bacana no Rio é, durante o dia, pegar o bondinho de Santa Teresa, dar uma volta pelas lojas e ver o artesanato local e almoçar em um dos restaurantes.

11. Niterói

Não poderia deixar de falar em Niterói, “o outro lado da poça”, como dizem os cariocas (o outro lado da Baía de Guanabara) – ou “Nikiti”, como dizem os niteroienses. A Praia de Itacoatiara é um recanto natural que acolhe todas as tribos e tem as melhores ondas disputadas por surfistas. Para almoçar na volta das praias oceânicas, tem que dar uma paradinha no restaurante do Seu Antônio. No centro de Niterói tem o Caneco Gelado do Mário, um lugar com aparência de pé sujo, mas um dos melhores bolinhos da bacalhau da cidade e cerveja geladíssima. Já a Gruta de Santo Antônio é um tradicional restaurante português. A pedida é um prato de bacalhau regado a um bom vinho. Quem vai a Niterói, não pode deixar de ir ao MAC (Museu de Arte Contemporânea) que tem o formato de disco voador, projetado pelo arquiteto Oscar Niemayer. Além das boas exposições, o visual de quase 360 graus da Baía de Guanabara é um espetáculo a parte. O Parque da Cidade de Niterói é outra parada obrigatória. Além de ver o pessoal saltando de asa delta vôo a vista é um verdadeiro cenário natural. De um lado a Baía de Guanabara e do outro as praias oceânicas. O sambinha indicado em Niterói é no Candongueiro, com um disputado samba de mesa. Já a travessia ideal é de Catamarã, que sai do centro do Rio e termina na praia da Charitas, em apenas 20 minutos. O terminal é moderno e também foi projetado por Oscar Niemayer.


Veja ofertas de hotéis no Rio de Janeiro »

 

Veja mais roteiros no Rio:

11 roteiros de passeios de bicicleta pelo Rio »
11 paisagens deslumbrantes no Rio de Janeiro »
Voo de asa delta no Rio de Janeiro »
Parque Lage resplandece aos pés do Corcovado »
Voo panorâmico pelo Rio de Janeiro »
Pão de Açucar é atração tradicional carioca e não deve ser descartado »


Ana Peyroton nasceu em Niterói e vive em Fortaleza. Quando volta à cidade, aproveita para encontrar amigos e curtir um pouco as atividades proporcionadas pela diversidade geográfica que o Rio oferece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

One thought on “11 lugares para visitar no Rio de Janeiro”

  1. Um ponto turístico de Niterói e pouco divulgado mais LINDO é o Forte do Pico, em Jurujuba, o lugar só abre nos fins de semana e paga uma entrada de RS 10,00 por pessoa. As construções em ruínas são de 1918 e dão vista para a Baía de Guanabara.