Split, na Croácia, carrega 1700 anos de história em suas construções

Por Christian Brandão

7 abr, 2010
Christian Brandão
Split - Croácia
Cidade tem construções de diferentes épocas

 

Diocleciano nasceu na região da Dalmatia, na Croácia, e viveu entre 245 e 312. Imperador romano durante mais de 21 anos, não teve dúvida: mandou construir um inigualável palácio para sua aposentadoria em uma das cidades mais belas do mar Adriático: Split.

Hoje, o palácio é o centro histórico da cidade às margens do mar que fica entre o verde e o azul. Não espere ver algo intocado. Os séculos alteraram o uso e adicionaram partes antes inexistentes à construção que é considerada um dos grandes resquícios romanos.

O complexo todo tem quase 30 mil metros quadrados. E não foram só os romanos que habitaram o interior das muralhas. Por lá já passaram gregos, húngaros, franceses, bizantinos, turcos e austríacos.

Só para você ter uma idéia das transformações: a catedral de Split era inicialmente o mausoléu de Diocleciano. Nesse meio tempo ainda foi a catedral de Saint Mary e depois de Saint Domnius. De original ainda restam, além da catedral, os portões – de ouro, prata, bronze e ferro – e parte das muralhas e colunas.

Para você entender mais da construção: o retângulo de 215 metros por 180 é formado em quatro grandes partes divididas por duas ruas principais.

O sul era a região dedicada ao imperador, com a residência de Diocleciano e alguns órgãos do governo, enquanto a norte era destinado aos guardas e segurança.

O palácio é para ser percorrido a pé. Entre os barzinhos, restaurantes e lojas tentadoras, perca-se nas muralhas e esqueça do tempo. E quando a matéria é se perder, o palácio é profissional: sem um bom mapa em mãos você roda, roda e cai sempre no mesmo lugar.

 

Veja mais roteiros na Europa » RoteirosIncríveis_Europa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *