Ilha do Mel é recanto acolhedor do litoral paranaense

Por Cristian Brandão

12 jul, 2010
PRISCILA FORONE
Ilha do Mel
ILHA DO MEL EXIBE INCRÍVEL PALETA DE CORES NO FINAL DO DIA

Ilha do Mel, no litoral paranaense, é um daqueles cantinhos preservados que você facilmente se apaixona. Reserva da Biosfera desde 1992, o local tem ritmo de vila de pescadores, belas praias e densa história.

Para chegar até a ilha é preciso partir das cidades de Pontal do Sul (30 minutos) ou Paranaguá (1h30). De lá, é só pegar um barquinho até os trapiches da ilha. Existem duas opções de hospedagem: Nova Brasília ou Encantadas.

Ilha do mel
Forte é um dos marcos históricos da Ilha do Mel
Ilha do Mel
As praias e trilhas ao longo da ilha são perfeitas para caminhadas e também par quem gosta de pedalar
Ilha do Mel
Para chegar até a ilha é preciso ir até Pontal do Sul ou Paranaguá e de lá pegar um barquinho até os trapiches da ilha

 

História e belezas naturais

Nas proximidades da praia de Brasília, que divide a Estação Ecológica do Parque Estadual, está uma das regiões mais interessantes da ilha: um faixa de areia de poucos metros divide o mar de dentro e o de fora. E pode visitar construções históricas, a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres e o Farol das Conchas – que foi cenário do filme “A Ostra e o Vento”, do diretor Walter Lima Júnior,

O forte é o único monumento militar do século XVIII do Paraná. Foi construído de 1767 a 1769. Suba até o mirante. A vista da baía de Paranaguá e do Superagui é algo inesquecível.

Ilha do Mel
Ilha do Mel, Reserva da Biosfera desde 1992, é um recanto de sossego e tranqüilidade no litoral do Paraná

Se você optar por ficar em Encantadas vai encontrar uma vila de pescadores mais tranquila. A praia é dividida entre de Dentro e de Fora. À noite bares e restaurantes da praia de Dentro ficam cheia de nativos e visitantes embalados pelo forró, bandas de rock alternativo de Curitiba e reggae.

Ilha do Mel
Trilhas revelam belezas naturais da Ilha do Mel
Ilha do Mel
Uma escadaria leva até o farol branco que dá uma bela noção da localização das praias da ilha do Mel

Como a história da baía de Paranaguá é antiga, histórias rondam a ilha. Um bom exemplo é a Ponta do Hospital: o local recebeu esse nome porque escravos doentes eram enviados para o local que possuía muitas árvores com frutos ricos em vitamina C.

Mas é a Gruta das Encantadas que guarda as maiores lendas. Dizem os pescadores que dentro da gruta sereias cantavam durante o amanhecer e quando o sol se ia. O canto, segundo eles, atraia os homens para a gruta, que nunca mais retornavam.

Ilha do Mel
A gruta das Encantadas guarda várias lendas: dizem os moradores que durante o amanhecer e no final do dia sereias cantam atraindo homens para dentro da gruta

Fora essa crença, a gruta merece uma visita. O acesso é fácil por uma pequena trilha e o buraco no rochedo é extremamente bonito.??Uma dica importante: planeje sua viagem com antecedência. Apesar de raramente o número de visitantes chegar ao limite – 5 mil pessoas – é bom prevenir.

Ilha do Mel
Com paisagens bastante selvagens, a Ilha do Mel é um convite à contemplação
Ilha do mel
Com areias claras, as praias da Ilha do Mel tem água bastante fria durante os meses de inverno
Ilha do mel
Fim do dia na Ilha do Mel: à noite a agitação em bares e restaurantes das praias é certa

 

Saiba mais »

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

One thought on “Ilha do Mel é recanto acolhedor do litoral paranaense”

  1. Uma observação quanto às fotos da Ilha do Mel (PR): Tudo bem, é mais romântico falar em anoitecer, mas é impossível que o sol se ponha no leste – as fotos em que aparece o farol são voltadas para leste… (foto com a legenda “Fim do dia na Ilha do Mel: à noite a agitação em bares e restaurantes das praias é certa”). Inclusive, se você subir no farol e olhar na direção do fotógrafo, verá um lindo por-do-sol, com a ilha em primeiro plano, a baía de Paranaguá em segundo, e ao fundo as belíssimas montanhas da Serra do Mar…