11 razões para você conhecer as Ilhas de Tahiti

Por Ethel de Paula

6 fev, 2018

É no fundo azul turquesa do Pacífico, onde uma vida submarina rara e deslumbrante se agita, que o coração das Ilhas de Tahiti pulsa mais forte. Mas esse corpo vivo esculpido pela natureza vai muito além em seu propósito de beleza: montanhas, picos, crateras de vulcão, atóis, baías, lagoas que vão dar em alto mar, cachoeiras, jardins de corais e uma exuberante vegetação tropical fazem desse paraíso na Terra um destino obrigatório entre aqueles que vieram ao mundo em busca de êxtase. Eis alguns bons motivos para você incluir esse éden nos seus próximos roteiros de viagem.

 

01. A diversidade das ilhas

Cento e dezoito ilhotas cercadas de oceano por todos os lados. São múltiplas as formas de imergir e se encantar com a variedade de belezas naturais concentradas nas Ilhas de Tahiti. Colinas, picos, lagunas, florestas tropicais, atóis, fazendas de pérolas, jardins de corais e mais de mil espécies de peixes concentradas nas profundezas daquele que é considerado “o aquário natural mais rico do mundo” são miragens que se fundem à igualmente rica e ritualística cultura nativa para fazer dessa paisagem única muito mais do que um obrigatório destino turístico.

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Todos os caminhos levam ao absoluto fascínio nas ilhas de Tahiti  | TAHITI TOURISME

02. Mergulho

Com uma paisagem submarina rara e deslumbrante, o destino reserva momentos únicos para mergulhadores de todos os níveis. Sim, a Polinésia é um dos melhores lugares do mundo para mergulho: um aquário natural com 4 milhões de km², considerado o mais rico do mundo pela sua excepcional biodiversidade. São dezenas de locais exclusivos para mergulho ao redor de cada ilha, basta escolher e se maravilhar.

Ilhas de Tahiti - mergulho
Destino é considerado o aquário natural mais rico do mundo | TAHITI TOURISME

03. Esportes

Conhecida pelas competições de canoagem e pelos diversos pontos de mergulho, a Polinésia Francesa também guarda muitas surpresas para os amantes dos esportes e da natureza. Velejar a favor dos ventos ou praticar esportes como stand up paddle, surfe, bodyboarding, kitesurfe e funboard parece perfeito em um cenário onde tudo pulsa como um elogio gritante à natureza.

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Canoagem é o esporte nacional da Polinésia Francesa | TAHITI TOURISME
O que visitar nas Ilhas de tahiti
Nas Ilhas de Tahiti existem dezenas de ondas surfáveis | TAHITI TOURISME

 

04. Cultura nativa

Para além da arrebatadora beleza natural, as Ilhas de Tahiti se destacam pela sua cultura única e ritualística, presente em lugares sagrados e simbologias diversas, como também no modo de vida dos nativos. De saída, curvem-se diante do monumental templo de Taputapuatea, berço da celebração dos poderes religiosos e políticos ancestrais da região. Também recebam de bom grado a tiare ‘apetahi, uma flor que é única no mundo e ganhou status de símbolo do lugar. Os polinésios a usam em ocasiões especiais, como casamentos, já que representam prazer e renascimento. Deslumbrem-se também com os diversos festivais de música e dança, como o Heiva e o das Marquesas, mosaicos vivos da história, memória e cultura da região.

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Templo de Taputapuatea, em Raiatea: local de peregrinação, tornou-se parte do Patrimônio Mundial da Unesco | TAHITI TOURISME
O que visitar nas Ilhas de tahiti
Festas nas Ilhas de Tahiti: uma verdadeira imersão na cultura local | TAHITI TOURISME
O que visitar nas Ilhas de tahiti
Tiare: famosa flor é utilizada nas cerimônias de boas-vindas | TAHITI TOURISME

 

04. Gastronomia

A exuberante vegetação tropical das ilhas de Tahiti, assim como seu rico ecossistema, garantem mesas fartas à beira mar, sobretudo a base de frutas, especiarias e hortaliças cultivadas por fazendeiros locais. O toque final da baunilha está nas sobremesas, enquanto o leite de coco e o sumo de limão marinam os peixes das lagunas ou do mar aberto. Casando tradição e renovação, os grandes chefs combinam produtos locais com especiarias e ingredientes vindos do mundo todo. Mas, se a ordem é saber mais sobre a gastronomia local, nada melhor do que fazer passeios turísticos especializados que organizam piqueniques nas praias ou em pequenas ilhas. Ou mesmo experimentar a cortesia de alguns dos resorts, onde o próprio chef organiza workshops de culinária.

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Gastronomia é um dos muitos atrativos das Ilhas de Tahiti  | TAHITI TOURISME

 

05. Explore as ilhas pelo mar

Atravessar mares e lagoas a bordo de navios e barcos a vela é um capítulo à parte em sua viagem às ilhas de Tahiti. É sobre as águas místicas e translúcidas do Pacífico que o tempo desacelera para que o mais genuíno estado de graça encontre lugar. Deixe-o chegar a bordo de iates que percorrem as principais ilhas. Também é possível embarcar em navios cinco estrelas com serviços personalizados que abrigam mais de 300 passageiros ou em escunas com roteiros de até 14 dias para explorar sem pressa as ilhas e os atóis místicos do Pacífico Sul.

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Cruzeiros, iates fretados e barcos a vela de todos os portes: são muitas as formas de explorar toda a imensidão azul das Ilhas de Tahiti | TAHITI TOURISME

 

06. Inspiração

Nas ilhas de Tahiti, a beleza natural que entra abundante pelos olhos também é capaz de arrebatar o espírito e as subjetividades de quem ali toma contato com a cultura mahori e suas formas ritualísticas. As artes e os modos de vida nas ilhas inspiraram e continuam a inspirar visitantes e artistas de todo o mundo. O pintor francês Paul Gauguin e o cantor e compositor belga Jacques Brel se renderam ao arrebatamento. Em 1901, o primeiro encontrou ali a inspiração maior para criar a maioria de suas obras, retratando em esculturas e pinturas as lendas e tradições do lugar. Viveu e morreu nas ilhas, onde está enterrado, no cemitério Calvaire, nas Marquesas. Com Brel, a paixão não foi menos fulminante. A canção “Les Marquises”, feita para as Ilhas Marquesas, é prova melódica disso. Foi lá onde também escolheu morar, a partir de 1975, e fez de sua pequena casa alugada em Hiva Ao um paraíso particular, longe da civilização.?

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Hiva Oa, nas Marquesas: a ilha que encantou Gauguin e Brel | TAHITI TOURISME

 

08. Bangalôs sobre as águas

Os icônicos bangalôs sobre as águas revolucionaram o conceito de hospedagem e hoje têm lugar cativo no imaginário coletivo das Ilhas de Tahiti. Os primeiros bangalôs surgiram em 1967, na Ilha de Raiatea. Nos últimos anos, evoluíram e se transformaram em sofisticadas opções de estadia nas redes internacionais de resorts de luxo da região, tornando-se um marco referencial no turismo. Alguns contam com serviços personalizados, terraços e piscinas privadas, onde pisos de vidro permitem visão privilegiada e contínua para o mar e seus adoráveis habitantes.

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Dos mais rústicos aos super luxuosos, destino oferece quase 900 unidades de bangalôs espalhadas por 22 hotéis em sete das 118 ilhas | Divulgação

 

09. Diversas opções de hospedagem

Além dos luxuosos bangalôs sobre as águas da Polinésia, existe uma infinidade de opções de hospedagem bem mais acessíveis nas ilhas – desde hotéis de médio ou pequeno porte, charmosas pousadas, pensões em casas de moradores e casas que podem ser alugadas por temporada – ideal para férias em família. Para quem deseja vivenciar a experiência de se hospedar em um bangalô de luxo, a sugestão é reservar por uma noite apenas ou para eventos especiais como um jantar romântico ou uma massagem terapêutica no spa.

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Pensão Villa Enata em Hiva Oa, nas Ilhas Marquesas | divulgação
O que visitar nas Ilhas de tahiti
Bangalô no simpático Hotel Atiapiti, na ilha de Raiatea | divulgação

10. Destino é perfeito para toda a família

Mergulhos com snorkel, caminhadas e excursões pelos vales das ilhas ou mesmo até o topo das colinas garantem vista de 360 graus para montanhas, baías, lagunas e atóis, enquanto as diversas práticas de esportes aquáticos atraem profissionais e estreantes de todas as idades. Apesar de facilmente associada a viagens românticas, há uma vasta programação para quem viaja com a família ou com os amigos para as Ilhas de Tahiti, tudo abraçado pela imensidão azul celeste do Pacífico.

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Apesar de ser muito associado a viagens românticas, o destino também é perfeito para toda a família | TAHITI TOURISME

11. Simbologias

A tatuagem não é meramente decorativa na Polinésia Francesa. Faz parte da cultura ontológica dos moradores das ilhas e, sobretudo nas Marquesas. Conhecida nas Ilhas de Tahiti como “linguagem dos antigos”, a tradição dos desenhos nos corpos é simbólica, representa valores nativos, evoca simbologias e modos de vida, recupera rituais de iniciação e valoriza a íntima relação do homem com a natureza e as divindades. 

O que visitar nas Ilhas de tahiti
Tatuagem tem grande significado cultural em toda a Polinésia Francesa | TAHITI TOURISME

 

Como chegar nas Ilhas de Tahiti

Existem algumas opções de voos para chegar em Papeete, capital do Tahiti e maior ilha da Polinésia Francesa. Há um voo semanal da Latam, que parte de Santiago, no Chile, e faz escala na Ilha de Páscoa. Outra opção é voar a partir de Los Angeles de Air France ou Air Tahiti Nui – essa última oferece uma ótima promoção para quem viaja com a família: para duas crianças de até 15 anos a passagem não tem custo, só precisa pagar as taxas. Também é possível voar para Papeete a partir da Nova Zelanda, com a Air New Zealand, a partir de Buenos Aires e com escala em Auckland.

 

Veja mais dicas e roteiros nas Ilhas de Tahiti

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *