Descubra Machu Picchu pelo Caminho Inca

Por Christian Brandão

15 dez, 2010
thecsman
Machu Picchu
Machu Picchu está entre os destinos mais desejados da América do Sul


Machu Picchu, no Peru, foi encontrada em 1911 pelo explorador americano Hiram Bingham. Até então, nativos e moradores da região eram os únicos que sabiam de sua existência. Hoje, um trem leva apenas 3h até a cidade inca. Mas uma boa opção para conhecê-la é ainda a mais difícil: o Caminho Inca. Percorrer o trajeto, que parte de Cuzco, revela paisagens e construções deslumbrantes que o percurso pela ferrovia insiste em esconder.

A trilha até Machu Picchu não é fácil. Exige preparo físico, principalmente pelas altitudes, que variam entre 2 mil  e 4 mil metros. Feita em quatro dias, o trajeto fica menos cansativo.

Comece pelo km 88, de onde partem a maioria dos visitantes. No primeiro dia são 4h até Huayllabamba, um pequeno povoado indígena.

O segundo dia é mais penoso por conta da variação de altitude, que chega a 4.200m no monte Warmihuañusca. Depois de cruzar o pico, você desce até Pacaymayu, segundo ponto de acampamento.

No terceiro dia são 17km. Nesse trecho está Phuyupatamarca – o “povoado sobre as nuvens” -, um dos mais belos do caminho. A partir daí a trilha começa a descer até chegar a Wiñayhuayna.

O quarto dia é mais fácil, entretanto, é necessário acordar cedo: umas 4h. Alcançar a cidadela antes das 7h é uma boa, porque o trem com turistas ainda não chegou – são quase mil visitantes por dia.

Na cidadela

Machu Picchu é dividida em três setores: urbano, agrícola e os adjacentes. No primeiro só tinham acesso pessoas da alta classe. Ao todo são 172 espaços, interligados por 109 escadarias. São várias fontes, templos, casas e depósitos, dos quais se destacam o Templo de las Tres Ventanas e del Sol e o Intihuatana (pedra que funcionava como relógio solar).

machu picchu
Segundo os historiadores, o complexo arquitetônico foi construído no século XV | Sylvio Martins

No agrícola, dividido em alto e baixo, algumas ruínas estão cobertas pela vegetação. O Puesto de Vigilância dá uma vista geral da cidadela e é um dos melhores locais para fotografar.

Machu Picchu
Construída no alto de uma montanha, Machu Picchu é uma cidade Inca com templos, palácios, plataformas e canais de água | Sylvio Martins
Machu Picchu
Santuário Histórico de Machu Picchu abriga quase 200 sítios arqueológicos | Sylvio Martins
Machu Picchu
Machu Picchu é considerado uma das sete maravilhas do mundo | Sylvio Martins
Machu Picchu
Machu Picchu é reconhecido pela Unesco como Patrimônio da Humanidade | Sylvio Martins

 

De trem: viagem entre Cusco e Machu Picchu

Uma viagem de trem entre Cusco e Machu Picchu é uma boa alternativa para quem quer conhecer a lendária cidade inca sem se preocupar com trilhas, altitude e longas caminhadas. O trem, com diferentes categorias, parte todos os dias de Cuzco levando dezenas e dezenas de turistas do mundo todo.

Machu Picchu
Viagem de trem dura de 3 a 4 horas e tem paisagens beílissimas | Sylvio Martins

Ir em uma classe com teto solar permite observar com detalhes as belas paisagens, que incluem picos nevados e cenários bucólicos. Chegando em Machu Picchu a história é outra: a primeira impressão é de pisar em um imenso cartão-postal.

 

Dicas Mochilão América do Sul  Roteiro sugerido » 11 dicas para seu mochilão à América do Sul

 

Para mais informações » peru.travel

Veja mais roteiros no Peru »

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 thoughts on “Descubra Machu Picchu pelo Caminho Inca”

  1. luciene, sugiro vc ir pra cusco, pegar do aeroporto um taxi, q é super barato, até o hotel koricancha…la vc se hospeda, chora um pouco pra eles fazerem + barato, e procura um guia chamado Gualberto…se tiver carteirinah isisc internacional, leve, pois td sai mais barato…ache esse guia, q ele t traz td na mão, td msm! claro, vc tem q ter doletas!!!