Lago Titicaca esconde múmia solitária e ilhas místicas

25 out, 2010
SXC
Titicaca é lago navegável mais alto do mundo

O povo que vive ao redor do lago Titicaca, dividido entre a Bolívia e o Peru, não brinca quando o assunto é crença.

Do lado boliviano, a cidade de Copacabana é uma dos principais centros de peregrinação do país. Adentrando o lago, que mais parece um mar, existem diversas ilhas, mas a Isla del Sol e a de la Luna permanecem como centro das atenções.

Os passeios a partir de Copacabana saem todas as manhãs às 8h30 ou logo depois do almoço, às 13h.

Cultura Inca

O itinerário mais comum é chegar pelo norte da Isla Del Sol e conhecer os locais que foram o berço da cultura inca. Depois você segue por uma trilha de três horas para visitar a porção sul e de lá pega o barco para voltar a Copacabana.

Para visitar a Isla de la Luna é necessário passar uma noite na região. O maior atrativo são as ruínas Iñacuyo.

Já em terra, pouca gente que visita Copacabana sabe da existência do Museu Arqueológico Regional, no vilarejo de Kusijata.

A trinta minutos de caminhada do centro da cidade em direção à península de Yampupata, você encontra um pequeno amontoado de casas.

Lá está o pequeno museu que guarda interessantíssimos utensílios incas e uma conservada múmia Chullpa.

Algumas vezes o local está fechado. Bata na vizinhança que eles indicam quem abre.

 Se você for sozinho, terá a experiência única de ficar cara-a-cara com uma múmia extremamente conservada, bem no final escuro do museu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *