Roteiro em Buenos Aires leva turistas para conhecer lugares frequentados pelo Papa Francisco

Da redação

17 ago, 2016
Tour gratuito é feito de ônibus e dura 3 horas | divulgação
Tour gratuito é feito de ônibus e dura 3 horas | divulgação


Quem planeja férias na capital portenha pode fazer um tour gratuito pelos lugares que fizeram parte da vida do Papa Francisco. O percurso, feito de ônibus, dura 3 horas e parte da Basílica de San José de Flores (av. Rivadavia 6950), frequentada pela família do Papa.

O trajeto passa por lugares como a casa onde Francisco nasceu e viveu com seus pais, no bairro de Flores, pela Basílica de San Carlos e María Auxiliadora, onde foi batizado, pelas escolas onde ele estudou e até pela pracinha que frequentava quando criança.

O percurso inclui ainda a Catedral Metropolitana, onde o Papa celebrou missas por mais de 20 anos, e a Igreja e Colegio del Salvador no bairro Balvanera, onde foi professor de Literatura e Psicologia nos anos 1960. No bairro de Monserrat os turistas vão conhecer pontos como o salão onde Jorge Bergoglio cortava o cabelo e a banca de jornal que frequentava em Buenos Aires.

Catedral Metropolitana de Buenos AIres, onde o Papa celebrou missas por mais de 20 anos | divulgação
Catedral Metropolitana de Buenos AIres, onde o Papa celebrou missas por mais de 20 anos | divulgação

Sobre o roteiro

O Circuito Papal pode ser feito aos sábados, domingos e feriados, em dois horários: 9h e 15h. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo email circuitopapal@buenosaires.gob.ar

Quem preferir também pode fazer o circuito a pé em duas opções de trajeto: um pelo bairro de Flores  – onde o Papa Francisco nasceu – e outro em Monserrat. Ambos duram 1h30.


Veja mais roteiros em Buenos Aires
» RoteirosIncriveis_BuenosAires

Confira ofertas de hotéis em Buenos Aires »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um comentário sobre “Roteiro em Buenos Aires leva turistas para conhecer lugares frequentados pelo Papa Francisco”