Festival de Heiva, no Tahiti, é uma explosão de talentos nativos

Por Ethel de Paula

5 dez, 2017
Festival de Heiva - Tahiti
Festival reúne moradores de todas as ilhas | Tahiti Tourisme

Festiva e ritualística, a cultura das ilhas de Tahiti flerta com as artes e os esportes desde os tempos mais remotos, envolvendo as performances do corpo até em suas cerimônias religiosas e políticas. É essa vitalidade ancestral, cultuada e esculpida ao longo dos tempos, que se revela com toda intensidade durante o Festival de Heiva. O evento anual de dança, música, canto e competições esportivas se espalha pelas 65 ilhas habitadas da Polinésia Francesa durante todo o mês de julho.

 

Festivais representam a cultura da Polinésia Francesa

A  festa é uma verdadeira explosão de talentos nativos. Mitos e lendas revelados em coreografias únicas e trepidantes. Só os melhores grupos de dança e canto do Tahiti se credenciam para concorrer entre si naquele que é, desde 1985, o principal evento cultural da região – a ponto de ser comparado a uma ópera popular. Tudo por conta da graça dos dançarinos e seus figurinos ecologicamente corretos, frutos de trabalho artesanal e matéria-prima típica, pinçada da exuberante natureza do lugar.

Tão hipnotizante quanto a dança é o som do festival. Vem da vibração contagiante das orquestras de instrumentos rústicos e primitivos, como o vivo (flauta nasal de bambu), o pu (conchas marinhas) e o ukulele havaiano, a base instrumental que tanto serve à batalha dos tambores de trovão quanto à competição de canto, ou himene, marcada por sofisticadas melodias e até peças cantadas a capela em reo ma’ohi – língua indígena da Polinésia Oriental.

Heiva é ainda sinônimo de demonstração de força. As competições esportivas são encaradas como as “Olimpíadas Polinésias” e o grande vencedor é coroado “Sr. Tahiti”. Corridas de canoas de salto (va’a), lançamento de dardo, levantamento de pedra, escalada, colheita e transporte de frutas. Vale tudo no culto ao movimento.

Festival de Heiva - Tahiti
Figurinos são produzidos artesanalmente com matéria-prima da exuberante natureza da região | Tahiti Tourisme

 

Cerimônia ancestral marca o início do Heiva

Mas são as apresentações cerimoniais que marcam o início oficial do evento. A “caminhada do fogo” é um momento dos mais aguardados – quando um umu (forno terrestre) é preparado com rochas do Vale do Papenoo (as rochas salgadas da praia quebrarão sob a pressão do calor), abrindo caminho para o trajeto do “Grande Sacerdote” entre rochas superaquecidas.

A próxima edição do Festival Heiva acontecerá entre 5 e 21 de julho de 2018. Vale chegar para o “esquenta”: nos meses que antecedem o festival, não é incomum ver as equipes de dançarinos ensaiando em campos de futebol ou pelas praias. Paisagem humana à vista, à altura da beleza natural própria do lugar.

Festival de Heiva - Tahiti
Caminhada do Fogo: apresentação reúne centenas de espectadores fascinados pela intensidade desse momento ancestral | divulgação
Festival de Heiva - Tahiti
Festival de Heiva acontece anualmente, no mês de julho, e celebra a cultura da Polinésia Francesa | Tahiti Tourisme
Festival de Heiva - Tahiti
Considerado o evento mais importante da Polinésia, o Heiva é um programa perfeito para quem busca por viagens com experiências culturais | Tahiti Tourisme

 

Saiba mais sobre o festival»

 

Veja mais roteiros no Tahiti

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *