Voo panorâmico revela paisagens lunares na Nova Zelândia

Por Tatiana Perim

16 jul, 2017

Enquanto o norte da Nova Zelândia é marcada pelo vulcanismo, o Sul da ilha é o paraíso das montanhas. A maior massa de terra da Nova Zelândia é também muito menos povoada. Ela abriga apenas 22% dos habitantes do país e está dividida ao longo do seu comprimento pelos Alpes do Sul, sendo o Monte Cook o ponto mais alto, com 3.754 metros. Além dos 18 outros picos com mais de 3.000 metros de altitude exibindo contornos radicais e geleiras colossais.

Essa porção do território neozelandês encanta pela vida selvagem e pelas paisagens lunares. Milford Sound, por exemplo, é um fiorde maravilhoso, um dos mais impressionantes redutos naturais de todo o país. E o melhor, é que o visitante desfruta de uma estrutura incrível que o permite desbravar suas belezas de perto. As alternativas incluem trilhas, passeios de barco e sobrevoos de avião e helicóptero.

Poucos lugares nos cinco continentes oferecem tanta comodidade ao lado de tamanha natureza preservada. A Nova Zelândia pode se orgulhar de ser um deles.

 

Veja também:

Nova Zelândia: Ilha Norte é tão exuberante que parece lenda

 

Tatiana Perim é publicitária e apaixonada por aventura e viagem. Ela possui um projeto de viagem com uma proposta de conduta interessante: ter mais calma e equilíbrio na vida. Dê uma olhada em seu blog: Motto Slow Travel

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *